Vivemos uma das fases mais agitadas politicamente na história da nossa jovem democracia. Desde 2013, o brasileiro decidiu ir às ruas demonstrar a sua indignação. Seja para se manifestar contra o aumento das passagens de transporte público ou contra a corrupção, ficou claro uma coisa: o gigante acordou!

Você pode não concordar com as pautas (confesso que bastante confusas em alguns casos) reivindicadas, mas é inegável o direito à manifestação. Porém, como pudemos perceber ao longo da história do nosso país, para que a mudança seja de fato realizada, precisamos de uma liderança clara, com objetivos definidos, personificada em um líder carismático.

Nesse cenário também, muito tem se falado na eminência de um golpe no país. Com a instabilidade política e econômica, faz-se o cenário ideal para o surgimento de uma liderança política apoiada em valores retrógrados, semelhante às ditaduras militares que dominaram a América Latina nos anos 60.

É preciso alguém disposto a lutar contra essa possibilidade. Alguém que encarne os ideais democráticos e progressistas necessários para o amadurecimento do país.

Não há a menor dúvida que, nesse momento, a pessoa que mais se aproxima do líder que precisamos para levar a revolução do amor e da festa adiante é, ninguém menos, que o maior show man do Brasil: Latino.

Assumindo o manto que um dia foi de Chico Buarque, Geraldo Vandré e outros, o cantor entende o seu papel como brasileiro e manifestou seu desejo de ser essa liderança essencial em um momento tão conturbado:

Latino sobre as manifestações

Latino sobre as manifestações

O primeiro passo já foi dado. Mantendo a sua característica de antecipar tendências musicais criando hits que grudam em nossas cabeças como chiclete, Latino já escreveu, produziu e gravou o que pode ser considerado o hino das manifestações: O Gigante.

Dê o play e cantemos juntos:

Amarra, amarra, amarra que é tudo nosso
Amarra, amarra, amarra que é tudo nosso
Amarra, amarra, amarra que é tudo nosso
Amarra, amarra, amarra que é tudo nosso

Eu não sei vocês, mas eu fico arrepiado quando essa música começa a tocar. Sou tomado por uma necessidade de sair ás ruas pedindo por um país melhor.

Torçamos para que nos próximos meses Latino seja aquele que estará diante de milhões de brasileiros puxando o grito de revolta de uma população, com muita cerva gelada, paquera e animação.

Quem gostou faz um “mucado” de barulho aí, por favor.

Já tentei ser jogador de futebol, físico nuclear, cientista da computação e famoso. Terminei formado em publicidade e escrevendo em um blog sobre a minha vida. Isso, meus amigos, é o que eu chamo de sucesso.

One Comment on “Latino e o Brasil que deu certo

Conta ai pra mim o que você achou!

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE