Hoje esse blog completa 10 anos de vida. Se me perguntassem lá atrás, em 2006, como eu me via no futuro, minha resposta dificilmente seria “escrevendo o post de aniversário do Sem Título Ainda”.

Eu provavelmente diria algo como “curtindo o meu primeiro milhão em algum lugar paradisíaco rodeado de gatas, bons drinks e notas de cem dólares”. Afinal, quando criei o blog, vivíamos a era de ouro da blogosfera, mesmo que ganhar dinheiro com o blog não tenha sido nem de longe o meu objetivo.

Eu falhei miseravelmente em conquistar o meu primeiro milhão, mas nunca desisti desse espaço. Não dei o braço a torcer para todas as novas tendências que vieram depois.

O Twitter não matou o meu blog. As fanpages do Facebook não mataram o meu blog. O Youtube e seus vlogs não mataram o meu blog. E hoje, apesar de estar publicando mais lá do que aqui, o Medium não irá matar o meu blog.

Enquanto a maioria dos meus amigos da blogosfera seguiram todas essas tendências, migrando seus conteúdos para outras mídias ou simplesmente abandonando esse “ofício”, eu continuei firme e forte por essas bandas.

Transformei o gosto por blogar em profissão. Ganho pouquíssimo ou quase nenhum dinheiro com esse blog. Jamais daria pra me sustentar apenas com o que esse espaço rende, mas graças a ele, hoje tenho uma profissão.

Graças a esse blog e o ~universo da blogosfera~, fiz amigos incríveis. Muitos deles que levarei para o resto da vida. Tem aqueles que se tornaram amigos também no mundo real e outros que mantenho contato frequente através da internet.

Esse foi o maior lucro que esse blog me rendeu.

Se já pensei em desistir? Claro. Manter qualquer coisa por amor é difícil. Mas esse blog é como se fosse meu filho, e um pai jamais desistiria da prole se tivesse o mínimo de condições para sustentá-la.

Por essas páginas já passaram dezenas de histórias da minha vida. Dá pra ver através do histórico o quanto eu evoluí como pessoa.

Apaguei alguns posts escritos há mais tempo, que hoje em dia não condizem em nada com o que eu penso. Alguns ainda estão por ai, servindo de exemplo de como podemos melhorar com o passar dos anos.

Meu blog é praticamente um diário. Centenas de posts totalmente “biográficos”. É a minha história contada pelo meu próprio ponto de vista ao longo de dez anos.

Minhas derrotas, minhas conquistas, minhas desilusões. Tem de tudo um pouco.

É esse tipo de memória afetiva que me faz manter o domínio e a hospedagem. É coisa demais pra apagar de uma hora pra outra.

Nesse aniversário do antigo Sem Título Ainda e atual Rafa Barbosa.com, gostaria de deixar aqui apenas o meu agradecimento a todos os que passaram pela minha vida nesses últimos dez anos.

Os que me ajudaram com as minhas dúvidas, com dicas, com links da semana, com parcerias e até mesmo com as famigeradas tretas de internet.

Obrigado. De verdade. Os dez anos desse blog não teriam a menor graça se não fosse por vocês.

Espero estar vivo para fazer o post de vinte anos. A não ser, é claro, que surja uma nova plataforma que irá matar os blogs.

Sei que dificilmente os blogs voltarão a ser o que eram há dez anos.

Como trabalho com isso, sei que hoje em dia a principal função do blog é fazer parte do “mix de marketing digital”. Serve pra gerar leads, fazer inbound marketing, máquina de vendas e todas essas estratégias que a gente já sabe.

Mas esse aqui continuará sendo o meu diário virtual. Textinhos bestas e pessoais, que vez ou outra terão um bannerzinho pra bancar o hambúrguer do final de semana.

Pode ser que um dia as coisas fiquem complicadas demais pra mantê-lo em uma hospedagem, mas farei o melhor pra continuar em algum outro lugar.

Eu amo esse blog e vou protegê-lo.

Já tentei ser jogador de futebol, físico nuclear, cientista da computação e famoso. Terminei formado em publicidade e escrevendo em um blog sobre a minha vida. Isso, meus amigos, é o que eu chamo de sucesso.

5 Comments on “10 anos de vida desse blog

Conta ai pra mim o que você achou!

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE