Sobre reflexões e garotas legais

Posted by in Arquivo, Pensamentos

As vezes, quando não se tem nada pra fazer (você já acessou tudo o que tinha direito na internet, jogou várias horas de video-game, leu 6 capítulos de um livro, 10 episódios de uma série e não há ninguém legal pra conversar), alguns pensamentos e reflexões começam a se formar em nossa cabeça.

Há uns dias passei por um desses raros momentos. São aqueles minutos em que você chega a alguma conclusão aterradora a respeito de alguns pontos da sua vida.

No meu caso, esses minutos serviram para pensar em como algo que até pouco tempo atrás era essencial em sua vida e de uma hora pra outra se torna tão sem importância e quais as circunstâncias que levaram a isso. Geralmente, a resposta é algo que só faz sentido pra você mesmo.

Há mais ou menos um ano eu tive uma fase meio sombria aqui no blog. Basicamente, eu havia sido chutado pela minha ex-namorada e trocado por um babaca qualquer. Sim, em qualquer situação, seja ela relacionada a namorada ou outra pessoa, quando eu sou trocado, é por um babaca, pelo simples fato de que eu me acho a pessoa mais foda do mundo e se você pensa o contrário, não me interessa. Prosseguindo.

Fiquei mal. Escrevi textos depressivos e, até certo ponto, românticos. Um ano depois, lendo tudo aquilo de novo a minha única vontade é: pegar uma máquina do tempo, voltar naquela época e me dar uns bons tapas na cara pra deixar de ser otário.

Nenhuma garota no mundo merece que você se rebaixe a esse ponto. É muito legal ser romântico, e modéstia a parte, eu sou bom nisso. Porém, auto-estima em primeiro lugar. Principalmente quando a garota não corresponde à metade das coisas que você demonstra.

Como eu disse em um dos textos, é apenas questão de tempo até você perceber que aquela ferida enorme que você tinha no coração hoje em dia não passa de uma cicatriz de milímetros. E sabe por quê? Porque o mundo está repleto de garotas legais. Tão ou mais legais quanto aquela (que hoje você não acha nem “tolerável”). E quando você começa a conhecer essas garotas e a sair com elas a ferida simplesmente se fecha pra nunca mais abrir.

Hoje em dia tudo faz parte de um passado recente, mas que na minha cabeça parece distante. Muito distante. E posso dizer com todas as letras que esse tipo de ferida sempre se cura e o melhor remédio pra isso, vocês, meus amigos, sabem qual é.

;)

 

Compartilhe!