Arquivo

O que é conteúdo?

Você sabe o que é conteúdo?

Uma questão que entrou em pauta com todo esse falatório em relação ao ranking do BlogBlogs foi o tão famigerado conteúdo. Um dos motivos da discórdia semeada entre os blogueiros foi a aparição de blogs que, segundo alguns blogueiros, não possuem conteúdo. Agora eu pergunto: o que é conteúdo?

Conteúdo próprio, produzido pelo blogueiro, que demanda trabalho, pesquisa, revisão e algumas horas perdidas procurando a perfeição? Ou a veiculação de um vídeo engraçado encontrado no youtube, ou então algumas imagens legais encontradas no 4Chan, no BoingBoing, Engadget, FrogView ou qualquer outro site gringo?

Muita gente que falou mal dos blogs “sem conteúdo” produz conteúdo.

Outros, claramente, não sabem o que é isso.

Vivem de hypes e conteúdo chupado de blogs gringos, pois como todo mundo sabe, brasileiro é preguiçoso e não se dá ao trabalhar de acessar nada que não seja na língua pátria. Aliás, acessa sim, o RedTube.

Com a minha monografia eu fiz algumas descobertas interessantes que cabem serem citadas aqui. Uma delas é a constatação que a grande maioria das pessoas procura por conteúdo de humor e entretenimento. E o que mais possui na blogosfera nacional? Blogs de humor e entretenimento.

O que é conteúdo na internet brasileira

o que é conteúdo

Por que as pessoas procuram por esse conteúdo? Para Castells, o motivo dessa busca é a audiência preguiçosa. Segundo o autor,

“as pessoas são atraídas para o caminho de menor resistência”.

O que tem menor resistência do que imagens engraçadas + comentário engraçadinho? Sendo que essas imagens estão disponíveis aí pela internet e o autor do blog não tem nem mesmo o trabalho de produzir algo do tipo.

Segundo o dicionário Michaelis:

conteúdo
con.te.ú.do
adj (lat vulg contenutu) Contido. sm 1 Aquilo que está contido ou encerrado em algum recipiente. 2 Assunto, tema, matéria de carta, livro etc.; teor, texto. C. de calor: quantidade termodinâmica que é a soma da energia interna de um corpo e o produto da multiplicação de seu volume pela pressão; também chamado conteúdo térmico e teor de calor. C. intencional, Sociol: conjunto dos interesses e valores específicos para os quais convergem as atividades típicas de um grupo social. C. social, Sociol: o mesmo que cultura. C. térmico: o mesmo que conteúdo de calor.

Vamos tirar três definições:

A) Assunto, tema, matéria de carta, livro etc., teor, texto.

De acordo com essa definição podemos excluir algo em torno de 60% da blogosfera brasileira que é baseada em imagens engraçadas, vídeos engraçados sem nenhum tema. Muita coisa já batida, diga-se de passagem. Teor e texto são coisas que dificilmente se vê em blogs de humor. Salvo raríssimas exceções.

B) Sociol: conjunto dos interesses e valores específicos para os quais convergem as atividades típicas de um grupo social

Essa é a definição que provavelmente abrange toda a blogosfera. O grupo social dos blogueiros tem uma atividade em comum: blogar.

Quando os blogs surgiram, blogar se baseava em postar links. Como um diário de navegação mesmo, daí a palavra “web log”.

Os blogueiros daquela época, os blogueiros roots mesmo, postavam links de sites interessantes e até mesmo de outros blogs e cagavam para ranks, o que provavelmente não existia naquela época, levando-se em conta que isso foi por volta de 1997 e o Technorati surgiu em 2002.

Uma das maiores fontes de conteúdo para blogs.
Uma das maiores fontes de conteúdo para blogs.

Depois os blogs ganharam a cara de diarinho.

Os blogueiros de raiz ficaram meio revoltados com isso, pois o ato de blogar estava tomando outro rumo. Mas é a atualização e adaptação de uma ferramenta.

Pra quê ficar postando só links se eu posso utilizar o espaço pra falar da minha vida? E foi isso que aconteceu com essa nova corrente de bloggers.

Por fim, os blogs começaram a ganhar relevância quando, em 2004, durante as eleições americanas, a blogosfera americana conseguiu derrubar um jornalista chamado Dan Rather que utilizava documentos falsos e desmentir uma afirmação de Jhon Kerry, o então candidato que disputava uma vaga na Casa Branca,  sobre uma missão secreta durante a guerra do Vietnã.

A partir desse momento os blogs eram vistos como uma nova mídia e que poderia bater de frente com a mídia tradicional. Era a chamada mídia social, web 2.0, jornalismo 3.0 e demais conceitos que você já está cansado de ler.

C) Sociol: o mesmo que cultura.

Cultura. Vamos utilizar o Michaelis de novo e definir cultura (a definição é grande e retirei somente o que interessa, mas clique aqui e leia tudo):

Cultura
9 Desenvolvimento intelectual. 13 Sociol Sistema de idéias, conhecimentos, técnicas e artefatos, de padrões de comportamento e atitudes que caracteriza uma determinada sociedade.

Blogueiro produzindo conteúdo.
Blogueiro produzindo conteúdo.

Se levarmos em conta que uma das definições de o que é conteúdo seja o mesmo que cultura e, por sua vez, uma das definições de cultura é “desenvolvimento intelectual”, creio que excluímos ai mais um bom bocado da nossa blogosfera.

Principalmente aqueles que permeavam as primeiras posições do ranking do BlogBlogs antes do “assalto”.

Vamos levar ao pé da letra o que muitos reclamaram de blogs sem conteúdo terem se beneficiado com isso.

Blogs que não fazem ideia sobre o que é conteúdo, de acordo com as definições citadas acima seriam blogs que não me acrescentam nada intelectualmente.

Uma foto da Mulher Melancia não me acrescenta nada.

Uma imagem com um balãozinho e uma legenda engraçadinha não me acrescenta nada.

Muito menos consiste um sistema de idéias, conhecimentos, técnicas e artefatos, de padrões de comportamento e atitudes.

É muito fácil falar de um blog que não possui conteúdo quando esse mesmo blog se inspirou em outro blog que faz as mesmas coisas.

Exemplo de bom conteúdo na blogosfera.
Exemplo de bom conteúdo na blogosfera.

Não sou contra blogs de humor. Apenas são pouquíssimos que se destacam por fazer um humor com conteúdo.

Um humor que acrescente alguma coisa à quem lê e não foque apenas no HUE HUE BR. O problema é que muitos dos que praticam esse tipo de humor, dizem que outros blogs do mesmo tipo são sem conteúdo e por isso não são merecedores da posição no ranking.

Não fica somente na questão de blogs de humor.

Os blogs de entretenimento em si (graças a campanha, muitos agora sabem onde mora o entretenimento), deixaram de lado o ato de entreter para sobreviver somente de páraquedistas, postando todo e qualquer tipo de merda que atraia visitas.

Muitas vezes nem posta, apenas cita e se posiciona bem nas buscas do Google. Eu faço isso as vezes, e por incrível que pareça, dá resultado, mas sou fiél as minhas origens.

Mas estamos conseguindo mudar esse panorama. Hoje em dia, sabemos muito melhor o que é conteúdo e como trabalhar em cima do fator mais importante da informação.

25 Comentários

  1. millene.

    eu não entendi nada .
    não achei o que estava procurando, portanto não gostei
    não valeu mais obrigado

  2. rafabarbosa

    @Vinícius K-Max, O problema é que, por mais liberdade que o formato tenha, a blogosfera brasileira ainda me lembra muito uma espécie de governo centralizado. Tudo gira em torno de um certo número de pessoas, que, ao mesmo tempo que blogam, são aquelas que indicam quem são os relevantes. Acreditam que a palavra deles tem mais poder do que as milhares de vozes espalhadas por aí.

    Abraço!

  3. rafabarbosa

    @Spooky, É o que eu venho tentando e acho que conseguindo, fazer. Produzir meu conteúdo, independente do que acontece dentro da blogosfera.

    Abraço!

  4. rafabarbosa

    @Diego Gomes, Cara, não disse no sentido de “sou blogueiro e tenho o mundo em minhas mãos” e sim no sentido de que aqui é onde eu posso rebater as críticas.

    Valeu pelas dicas.

    Abraço!

  5. rafabarbosa

    @Monthiel, Obrigado pelos elogios Monthiel. Continue produzindo conteúdo, principalmente relevante.

  6. rafabarbosa

    @Evandro F., E viva a quem nos “entretem” hahaha

  7. rafabarbosa

    @Renato, O pessoal adora criticar o conteúdo dos outros, mas é difícil falar mal da própria casa.

  8. rafabarbosa

    @Cleiton, Conteúdo. Ou você tem, ou não tem. Hhahhahaha

  9. rafabarbosa

    @Igaum, Hahahah Igaum – Samurai da blogosfera nipo-brasileira.

  10. rafabarbosa

    @Galeno, Cara hahah como já disse, citei Castells pq eu estudei a obra dele pra fazer a monografia.

    A blogosfera ainda não se leva a sério. Essa é a questão.

  11. Caciano Kuffel

    poxa muito bom o texto.. blogs de relevancia é phoda mesmo.. a maior parte copiam e colam.. e os grandões copiam e colam blogs menores…
    e blogs menores ficam putos quando esses “kibam” o que eles jah kibaram rsrsrs

  12. Essa imagem do geremias me deu uma saudade da “Web 1.0” acho que na primeira vez que vi nem existia youtube, e não é que o entreteMIMIMIMIMIMImento agora tem 1 endereço rsrsrs 😉

    []’s

  13. Olá, tudo bem?

    Essa é a primeira vez (se não me engano) que comento nesse blog. Primeiramente gostaria de parabenizá-lo pelo texto em si, no qual resumiu muito bem o termo “conteúdo”.

    Eu particularmente procuro fazer o meu conteúdo. Tenho tentado escrever bem e cada vez melhor. Já fiz (confesso), mas hoje não copio nada de ninguém. Faço minhas próprias palavras.

    Fiz um post no qual critica a campanha para subir no ranking do bloblogs porque realmente sou contra a campanha. Para mim seria a mesma coisa de estar em primeiro na sala de aula colando.

    O problema da campanha em si não é que 100% dos blogs são sem conteúdo. O problema é que 90% dos blogs são sem conteúdo, e desses 90% digamos que 83% conseguiu uma boa posição no ranking ficando na frente de quem realmente possui conteúdo de qualidade. Esse é meu ponto de vista.

    Forte abraço e sucesso a todos,
    Monthiel

  14. Diego Gomes

    O Cardoso é o maior catador de moedas do brasil. E você tá entrando na dele. Meu conselho: Sai dessa. Esquece esse papo de sou blogueiro, e anota aí que o mundo nao gira ao redor de blogs. Se for produzir conteúdo, produza, se for correr atrás de hype, corra. Só não entre nessa onde de sou blogueiro, blogosfera, e catar centavos no Adsense. Seja relevante.
    abraço, boa sorte.

  15. rafabarbosa

    @Diego Gomes, Tentar me alavancar com Buzz? Cara, eu fui um dos que criou a campanha e os “grandes”, como o Cardoso estão metendo o pau e outros vem entrar na questão do conteúdo. Eu, como blogueiro, vou ficar quieto? Eu não postei pelo Hype. Cara, BlogBlogs e Ranking são palavras que nem constam como fonte de visitas no meu blog. Eu não ganharia nada com isso.

  16. Diego Gomes

    Conteúdo ruim é melhor ou pior que Hype?

    Enquanto a blogosfera ficar preocupada em competir entre si, ficar no papo hype vs conteúdo, enquanto pessoas ficarem fomentando discussões estúpidas como estas, a blogosfera brasileira não evolui.
    Por isso os bons blogs sequer entram no mérito desta discussão.
    Agora, tentar se alavancar por causa de um buzz banal destes… Tem muito a ver com a minha definição de blogosfera, “pessoas que brigam por centavos”.

  17. OH SHI-, Excelente texto. Isso resume muito bem a “crise” que a blogosfera está sofrendo agora. Agora é a hora do panela-blogueiros revisaram seu conceito. Os blogueiros “vira-latas”, como o Carlos Cardoso nos nomeou, vão dominar a Internet.

    E o Rafael Barbosa vai ser o Super Herói.

  18. rafabarbosa

    @Diego Gomes, É conteúdo.

  19. Diego Gomes

    E este post, é conteúdo ou hype?

  20. Renato

    Excelente texto! Visitando alguns dos blogs que se sentiram “passados para trás” no BlogBlogs, é facil perceber que a maioria não tem conteúdo.
    Só me pergunto como um blog que só posta uma vez ou duas na semana e coloca um imagem engraçada ou coisa que o valha, conseque ter 30.000 page views por dia.

  21. Spooky

    Cara,todas essas discussões sobre conteudo e a chamada “raivinha” como vc citou no seu post anterior,me fazem lembram muito o ano de 2001,quando o então fotolog.net começou a ficar famoso…

    Sempre tentei fazer fotos diferentes,e ainda me atrevo a dizer que naquela epoca,fui um dos primeiros a ter um fotolog com fotos preto-e-branco,me matava com uma pencam de 0,2mb de resolução,dava varios tapas na foto com o extinto “photoimpression 2” e BANG!

    Eu tinha no maximo dois ou três comentarios,enquanto menininhas que tiravam fotos só de calcinha,com o decote a mostra,no banheiro,etc,lotavam-se de comentários (naquela epoca nem existia o tal GoldCam,então eram comentarios ilimitados).

    O que quero dizer com tudo isso?
    Se importe com o SEU conteudo,faça por prazer,porque se esperar que a grande massa orkutífera o tenha,e entenda seu conteudo,te garanto maninho,que vc além de passar nervoso,vai acabar queimando um neuronio com isso 🙂

    []’s

  22. Nao sei porque, mas me lembrei do dia em que eu estava discutindo sobre conteudo na blogzona, ahueheuheueuehe

  23. Nem preciso comentar! você já sabe o que eu penso!
    Mas, para os leitores, concordo plenamente, e CHUPA CARDOSO!

  24. “Não falem de conteúdo quando, de fato, conteúdo na blogosfera brasileira é exceção e não a regra.”

    Perfeito.

    Mas antes, é preciso entender que a blogosfera não são esses blogueiros hypados, esse grupinho de mini-celebridades-que-ninguém-na-rua-conhece.

    Voltando alguns anos, aconteceu assim: os brasileiros descobriram que na gringa surgiu uma blogosfera e resolveram “estabelecer” uma por aqui também, reunindo parte do grupinho que começou a postar primeiro. Mas não foi um processo natural.

    Essa blogosfera encabeçada por marketeiros e designers, que EM PESO hoje trabalham pra alguma agência de mkt e se auto-denominam “gurus da social midia” e “evangelizadores/pastores do conteúdo blogueiro”, são apenas um bando de pós-adolescentes deslumbrados com esse pseudo-sucesso, e que ATÉ HOJE não entenderam o conceito de blogosfera, o conceito que com um mínimo de bom senso nos sugere que o poder está na massa, na diversidade infinita de conteúdo e na gigantesca rede formada, e não nos top 50 do blogblogs ou nos mais seguidos do twitter.

    Mr.Manson confrontou esses blogueiros celebridades com essas e outras questões que foram curiosamente ignoradas POR TODOS os ditos grandes blogueiros, sem exceção.

    Em certa altura, ele questiona o porque desses tais ranking não integrarem as celebridades-blogueiras (como Marcos Mion, por exemplo, que recebe 9 mil comentários por post), e contar apenas os blogueiros-celebridades, essa tal panela que conhecemos.

    Cabe a leitura e divulgação de um dos melhores textos do ano sobre a questão Blogosfera:
    http://www.blogdeguerrilha.com.br/2008/08/19/seminario-info-resumo-da-blogosfera-como-midia/

    []’s

  25. Mentira, eu não uso o RedTube! O Pornotube é mto melhor… hahaha

    Falando sério, ótima a citação – tb achei ridícula a matéria da Época.

    Agora, diz aí… definições léxicas e citação de Castells? Tá querendo mostrar que tem conteúdo, né rapaz?

    Eu acho que o maior problema é que a blogosfera pro fulano é uma coisa, pra beltrano é outra. Pra muitos bloggers famosos, a blogosfera é a umbigosfera.

    São muitos mundos, muito diferentes. Blog é só uma ferramenta, como o é o papel no mundo offline.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios estão marcados *